Produtos & Soluções
› Separador de Água e Óleo
Descrição:

Os Separadores de água e óleo retém o óleo proveniente de lavagem de peças, motores, veículos, etc…
Desta forma a água utilizada nestes processos podem ser descarregadas diretamente na rede de esgoto, atendendo as normas ambientais.

DESCRIÇÃO DO SISTEMA DE SEPARAÇÃO DE ÁGUA E ÓLEO

Para uma condição favorável, o ideal é que a água a ser conduzida para o S.A.O. tenha uma passagem prévia por uma caixa desarenadora. Esta passagem, feita por gravidade pode ser melhorada ainda com a colocação de um gradeamento para retirada de sólidos. Desta forma, apenas as águas oleosas serão tratadas no sistema separador S.A.O., o que evitará constante manutenção no sistema, como obstrução e depósito de areia.

O líquido passa, então dentro da Caixa Separadora, por blocos de placas onduladas que são instalados inclinados. Ao passar pelo bloco, o óleo é interceptado, e as partículas separadas juntam-se nas cristas da ondulação das placas e em seguida, pela inclinação dessas placas, fluem para cima e para a superfície do líquido, onde sua remoção é feita por intermédio de um vertedor .
A água tratada deixa o bloco de placas pelo extremo oposto, sobe, e é descarregada por tubulação própria .

 

 

MODELOS / VAZÕES / MATERIAIS-COMPOSIÇÃO

Separador de água e óleo

Modelo

Vazão

Estrutura (fabricado em:)

S.A.O. 800

800 l/h

PEAD ou Fibra de Vidro

S.A.O. 2.000

2.000 l/h

PEAD ou Fibra de Vidro

S.A.O. 5.000

5.000 l/h

Fibra de Vidro

S.A.O. 10.000

10.000 l/h

Aço Carbono ou Aço Inox

S.A.O. 15.000

15.000 l/h

Aço Carbono ou Aço Inox

S.A.O. 20.000

20.000 l/h

Aço Carbono ou Aço Inox

S.A.O. 30.000

30.000 l/h

Aço Carbono ou Aço Inox

A unidade separadora de água e óleo (SAO) da TECHNICAL FILTER , se utiliza a força da gravidade para separar as impurezas do líquido.
Sob seu efeito, os materiais, cuja densidade é inferior a da água, sobem à superfície, e são coletados no tanque de recolhimento, para futuro aproveitamento ou descarte.
No caso do óleo se encontrar emulsificado no líquido, deve-se quebrar a emulsão para obter-se uma boa separação, sendo necessário nestes casos utilizar-se de produtos químicos para o controle de pH.
Os sistemas SAO têm no seu interior 3 coletores de óleo e conjunto lamelar especial, que favorecem o fluxo e conseqüentemente a separação por diferença de gravidade.
Vantagens:
•              Grande capacidade de tratamento;
•              Ocupam uma área muito menor que sistemas convencionais;
•              Aumentam a superfície de separação, proporcionada pela sobreposição de um número de planos dispostos no tanque;
•              Eliminam fatores hidráulicos, como caminhos preferenciais, circuito e turbulências;
•              Não apresentam sistemas mecânicos em movimento;
•              De operação simples;
•              Não são atacados em nenhuma hipótese por agentes corrosivos;
•              Não há necessidade de manutenção;
•              Não consomem energia;
•              Não existem peças moveis;
•              Eliminam o efeito de vento na superfície;